domingo, 3 de abril de 2011

LIBERDADE

Do: Professor Tamires Macêna
Para: O Prefeito de Canguaretama

      O Homem é livre, mas nem por isso deve fazer tudo o que lhe passa pela mente. Antes de agir a pessoa sensata pensa, reflete e mede as consequências de seus atos, lembrando-se que terá que prestar contas deles:
      Perante o grupo em que vive; Perante as Leis; Perante Deus.
      Temos, portanto liberdade de agir, mas com responsabilidade.
      Liberdade supõe e exige responsabilidade. Elas se completam. Uma não anda sem a outra.
      Ter liberdade não é fazer o que se quer, sem dar satisfação a ninguém dos próprios atos.
     Cada ser humano nasce com o dom da liberdade, mas precisa aprender a usá-la corretamente, com responsabilidade, para isso é necessário a educação, a formação do caráter e a reflexão antes de agir.
     Convivendo em sociedade, o Homem deve agir de acordo com as leis, normas e costumes sociais, usando sua liberdade sem prejudicar os Direitos dos outros.
      Por aí, se conclui que Deus respeita o Homem e sua liberdade, não age se o Homem não o deseja.
      Nossa liberdade é limitada pela consequência, pelas Leis, pelos direitos dos outros. A liberdade, como se vê, é irmã da disciplina; andam sempre juntas.
       A liberdade dá certos Direitos, mas também exige certas obrigações, caso contrário, a liberdade exagerada e sem limites se torna em desordem, confusão e anarquia.
        Os vícios, as paixões, os hábitos, a ignorância, a falta de Educação, atrapalham a nossa liberdade de escolher corretamente, de tomar uma decisão certa.
         A liberdade é uma qualidade que enobrece o Homem.
         O excesso de liberdade é uma porta aberta para o mal.
"16 DE ABRIL DE 2011 - Aniversário da Emancipação Política de Canguaretama"

4 comentários:

  1. Caríssimos amigos e amigas canguaretamenses, quero parabenizá-los pela coragem e clareza dos textos publicados neste blog.
    Meu nome é Rômulo Angélico. Trabalhei durante sete anos no Vale das Matas. Quando da época das eleições apoiei indiretamente o atual prefeito, já que sou natalense, chegando inclusive a conversar com ele e dizer-lhe que esperaria mudanças. E quais foram as mudanças? REDUZIU O SALÁRIO DOS PROFESSORES - CRIME INCONSTITUCIONAL - E DEMITIU 14 PROFESSORES DE NATAL SEM PAGAR-LHES NADA. E isso foi só o começo dos crimes que acredito meus irmãos canguaretamenses estarem padecendo, inclusive na área da educação.
    Amigos(as) trabalhadores, não baixem suas cabeças para nenhum parasita! Organizem-se e lutem para realizar verdadeiras mudanças!
    Para finalizar, convido-os a visitarem meu blog: www.profangelico.blogspot.com Nele há algum texto sobre Canguaretama.
    Abraços!

    ResponderExcluir
  2. é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato;

    Nem todos sabem. Generalizações quase sempre são sofismas.

    A ira do homem não opera a justiça. Cumprir a palavra e não somente ouvir ou ler.

    Que adianta se alguém disser que tem fé e não tiver as obras?

    Tu tens a fé e eu tenho as obras: mostra-me a tua fé sem obras e eu te mostro minha fé pelas minhas obras.

    ResponderExcluir
  3. É verdade quando dizem que Canguaretama está em chama. Pois é vergonhoso o estado das escolas do municipio , onde até os professores estão sendo obrigados a limpar as escolas e botar a merenda das crianças.Sem falar nos riscos que as crianças estão correndo, com as instalações elétricas,...

    ResponderExcluir
  4. Averdadedoaquemdoer2 de maio de 2011 20:21

    Acho interessante quando se fala no salário do professor quem n entende diz logo professor ganha bem demais,SERÁ?? Bom seria q essas pesoas frequentassem as salas de aula com 29 alunos ou mais, p ver a realidade ,sem recurso algum para trabalhar c as crianças é lousa e giz,se fizer aula diversificada tire do bolso quem conhece a rverdade sabe isto n é mentira.Muitos são os demagogos

    ResponderExcluir

Todo o conteúdo postado em forma de comentário é de total responsabilidade do autor do mesmo!
Art. 5º Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade, nos termos seguintes:
...
IV - é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato;