sexta-feira, 8 de julho de 2011

Secretário de administração de Canguaretama-RN responde à denúncias da população feitas através da Rádio Talismã

    Neno, secretário de administração da prefeitura municipal de Canguaretama-RN, participou do jornal da 99/1ª Edição na manhã desta sexta-feira (08) e respondeu à denúncias da população feitas na Talismã FM, quando a reportagem esteve na cidade no último dia (06).     O secretário disse que no final de 2010 foi feito um trabalho de drenagem na travessa Catú, mas que com a chegada das chuvas a Rua voltou a ficar intransitável. Neno assegurou que em breve um novo trabalho será feito.
     Quanto ao problema do loteamento Bosque das Palmeiras, o secretário disse que o problema foi deixado pela empresa privada, responsável pela urbanização do loteamento. Disse ainda que a prefeitura buscará recursos para fazer um trabalho no local.    Sobre a problemática do acúmulo de água nas Ruas Vila Gomes e Aline Gomes, frisou que problema é delicado. A maior dificuldade tem sido a burocracia do IDEMA que tem retardado a ação administrativa.    Neno falou sobre a construção de cerca de 80 casas que estão sendo construidas próximas ao conjunto Nossa Senhora e que, até o término do mês outras casas serão iniciadas. Sobre a creche ele disse que a creche deveria ter sido concluída na gestão anterior. O secretário confirmou a falta de médico no sítio Jiqui, porém ressaltou que estão em buscas de médicos, mas se tem tido dificuldades em encontrar os profissionais. No ar o secretário pediu que interessados à trabalhar na saúde enviassem currículos para contato@canguaretama.rn.gov.br .     O secretário também deixou disponível o contato da ouvidoria do município para denúncias, cobranças e sugestões. 0800 281 2224
Extraído do Blog do Mago

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todo o conteúdo postado em forma de comentário é de total responsabilidade do autor do mesmo!
Art. 5º Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade, nos termos seguintes:
...
IV - é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato;