terça-feira, 16 de agosto de 2011

Vila Flor: MP investiga apropriação indevida de recursos públicos...

O Ministério Público, através da Promotoria de Justiça da Comarca de Canguaretama, instaurou inquérito civil com o objetivo de investigar a suposta apropriação indébita de recursos públicos pelo prefeito do município de Vila Flor.
De acordo com a Promotora de Justiça responsável pela investigação, Adriana Lira da Luz Mello, o inquérito foi instaurado a partir de uma denúncia anônima, apontando que o prefeito teria emitido ordens de pagamento indevidas, no início de sua gestão, em janeiro de 2009. “São empenhos suspeitos, mas ainda estamos em fase de investigação, que terá vários desdobramentos”, explica a Promotora.
O inquérito também leva em consideração o fato de algumas contratações terem sido efetuados sem a devida licitação. “Essas ações datam de 02 de janeiro de 2009, ou seja, no início do mandato do gestor, sendo que dessa forma, não daria tempo de se fazer os procedimentos administrativos de forma legal”, destaca Adriana Lira. 
Entre as providências iniciais adotadas pelo MP para dar prosseguimento a investigação, está a requisição ao Prefeito de Vila Flor, de cópia integral do processo licitatório nº. 05/2009, inclusive o processo de liquidação de sua despesa, bem como a portaria que nomeou a comissão de licitação do município para o exercício de 2009.

Fonte: Assecom /MPRN

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todo o conteúdo postado em forma de comentário é de total responsabilidade do autor do mesmo!
Art. 5º Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade, nos termos seguintes:
...
IV - é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato;