terça-feira, 2 de agosto de 2011

Parada Gay em Natal será dia 14 de agosto

Evento deve atrair este ano mais de 100 mil pessoas.
A mobilização da Parada Gay em Natal já está com a programação pronta: o desfile será no próximo dia 14 de agosto, começando na Avenida Roberto Freire em direção ao espaço cultural da árvore de Mirassol, onde o evento cultural terá foco no palco montado e na tenda eletrônica.
A concentração do desfile começa as 15 horas, nas imediações do supermercado Extra e deve atrair este ano mais de 100 mil pessoas. De acordo com a organizadora da 12ª Parada Gay de Natal, Érica Maia, este ano o foco da mobilização será a criminalização da homofobia e o Projeto de Lei Complementar - PLC 122.
Durante o trajeto da Parada Gay, a Drag Queen Pietra Ferrari fará a apresentação do desfile que deve reunir gays, lesbicas, simpatizantes, políticos, jornalistas e formadores de opinião. “Esse ano Pietra Ferrari, a drag do momento irá apresentar o desfile que promete”, argumenta Érica.
O ritmo eletrônico e as músicas mais dançantes vão embalar os participantes com os DJ Marcílio Amorim, DJ Gabriel, DJ Paulino Chacon e surpresas. “Vamos ter quatro go GO boys da revista G Magazine e Kelly Wange cantando o hino”, anuncia.
No palco montado na árvore de Mirassol as atrações são ter Kelly Wange, Mônica Jucá, Eugenio Bezerra e Dj Felipe, além de duas atrações ainda não anunciadas irão animar os participantes.
A Parada Gay desse ano sofreu algumas modificações: este ano não haverá teste de HIV, que serão feitos no centro da cidade com a equipe de saúde e a distribuição de panfletos educativos será feita em pontos de saúde. “Montamos estruturas em pontos específicos para que os participantes recebam o material que será dado pela equipe do programa DST/AIDS da Prefeitura de Natal”, explica a organizadora.
A distribuição de preservativos permanece em todo o percurso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todo o conteúdo postado em forma de comentário é de total responsabilidade do autor do mesmo!
Art. 5º Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade, nos termos seguintes:
...
IV - é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato;