segunda-feira, 29 de agosto de 2011

Prefeitura Municipal de Canguaretama promove pintura da fachada do Mercado Público Municipal sem empregar equipamentos de segurança no trabalho!!!

A fachada do Mercado Público de Canguaretama recebeu uma camada de tinta AZUL (que coincidentemente é a cor relacionada ao PR-Canguaretama, partido do atual prefeito). Porém, algo foi esquecido: EQUIPAMENTOS DE SEGURANÇA (capacetes, luvas, macacão adequado, cinto de utilidades, máscaras etc), acessórios que não poderiam faltar ao trabalhador, segundo o MINISTÉRIO DO TRABALHO.

Além do descaso com os pais de famílias que garantem seu pão de cada dia pondo em risco suas vidas ao pintar a fachada do Mercado Público de Canguaretama sem os devidos equipamentos de segurança,  existiu um outro agravante: o PERÍMETRO NÃO FOI ISOLADO, representando um grave risco aos feirantes e consumidores que se encontravam no local no momento do trabalho realizado, conforme a foto evidencia.

Ausência de Cones: A área não apresentava qualquer sinal de isolamento! Perigo eminete aos transeuntes, principalmente comerciantes, clientes e crianças!

Observem bem a precariedade dos andaimes: O trabalhador quase precisa fazer malabarismos!!! Onde está a CIDADANIA???

A queda de um objeto está condicionada à aceleração da gravidade e ao atrito com o ar. Quando as duas forças se igualam, o objeto atinge uma velocidade terminal, a partir da qual a aceleração do corpo se torna constante. E o risco de morte pode ser inevitável!!! Flagrante de pessoas passando no local (que não apresenta cones nem outra forma de sinalização).

Será que todos os prédios públicos de Canguaretama estão penalizados à receberem o AZUL ??? E os funcionários públicos??? Irão continuar sem proteção (EPI'S) até quando???

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todo o conteúdo postado em forma de comentário é de total responsabilidade do autor do mesmo!
Art. 5º Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade, nos termos seguintes:
...
IV - é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato;