segunda-feira, 26 de setembro de 2011

Políticos temem que PSD não vingue; DEM “amola” a “faca”

Imagem retirada da internet
E se o PSD não sair do papel? Se o partido não formalizar sua criação perante a Justiça Eleitoral a tempo de participar das eleições de 2012?
Há um clima de insegurança entre dezenas, centenas e milhares de potenciais filiados, gente que em sua maioria deseja migrar de partidos de oposição para fixação à sombra do Governo Federal.
Em entrevista hoje ao jornal O Estado de São Paulo, o senador José Agripino, dirigente nacional do DEM, não revela muita boa vontade com essa manada.
Veja abaixo o que informa a reportagem de “O Estadão”:
No DEM, sigla que mais sofreu com a criação do PSD, a aposta é que a nova legenda está fora das próximas eleições. No partido, já se discute o que fazer com quem anunciou a saída e recuar. O presidente do DEM, José Agripino (RN), avisa que a análise será feita caso a caso. “O problema é dos que saíram, não nosso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todo o conteúdo postado em forma de comentário é de total responsabilidade do autor do mesmo!
Art. 5º Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade, nos termos seguintes:
...
IV - é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato;