quarta-feira, 21 de setembro de 2011

Presidente do PP no RN é condenado por esquema de corrupção

Sérgio Andrade

O presidente estadual do Partido Progressista (PP), vereador Sérgio Andrade, foi condenado junto com mais seis pessoas por envolvimento em um esquema de corrupção em licitações no Departamento Estadual de Trânsito (Detran) em 2002 à época da gestão de Fernando Freire no Governo do Estado. Sérgio Andrade foi condenado a nove anos e seis meses de reclusão além de quatro anos e dez meses de detenção. A condenação foi dada pelo juiz Ivanaldo Bezerra, titular da 8ª Vara Criminal da Comarca de Natal. Dentre os crimes relacionados aos acusados estão falsidade ideológica e material, peculato e inexegibilidade indevida de licitação, além de outras tipificações criminais. Além de Sérgio Andrade, foram condenados o ex-diretor do Detran Valter Sandi, ex-coordenador Financeiro Joumar Batista Câmara, o procurador do Estado Welbert Accioly, o o ex-diretor Administrativo do órgão, Antonio Patriota, Jaelson de Lima e Rogério Jussier Ramalho. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todo o conteúdo postado em forma de comentário é de total responsabilidade do autor do mesmo!
Art. 5º Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade, nos termos seguintes:
...
IV - é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato;