sexta-feira, 2 de setembro de 2011

Relatório aponta casos de AIDS no Agreste, municípios pertencentes a I Regional de Saúde

Segundo a  Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) em relação ao número de infectados pelo vírus HIV no Rio Grande do Norte são ao todo  3.708 casos. A Sesap divulgou o Boletim Epidemiológico anual apresentado  pelo Programa Estadual de DST/Aids e Hepatites Virais da secretaria, e   de 2000 a 2010, o número de casos de Aids notificados aumentou mais de 50%.
Foram diagnosticados 2.723 casos de AIDS em adultos no Rio Grande do Norte nos últimos dez anos, de Janeiro de 2000 a Dezembro de 2010. O RN  encontra-se em 21º lugar em número de casos de AIDS em Adultos no Brasil. O primeiro caso de AIDS no Estado foi diagnosticado em 1983.
No Agreste Potiguar, municípios pertencentes a  I  Regional de Saúde (27 municípios), segundo o relatório  divugado, o número na região é  de 187  casos de AIDS diagnosticados  entre  os anos, de  2000  a  2010. O município com o maior número de AIDS  no Agreste,  é Nova Cruz/RN, com 20 casos notificados. Em Várzea/RN  foram registrados 6 casos de AIDS (1 em 2001) (1 em 2004), (1 em 2005), (1 em 2006) (1 em 2008), e o último em  2009.   CLIQUE AQUI e tenha acesso ao relatório geral de todo o RN.

Distribuição de casos de AIDS em Adultos na 1ª Região de Saúde - Agreste Potiguar, diagnosticados entre os anos de 2000 a 2010

Nova Cruz – 20
Goianinha  – 19
São José de Mipibu  – 19
Canguaretama – 18
Santo Antonio - 15
Nísia Floresta– 10
Espírito Santo - 8
Monte Alegre – 7
Pssa e Fica – 7
Pedro Velho – 7
Baia Formosa  –6
Lagoa Salgada –6
Várzea– 6
Arês –5
Tibau do Sul – 5
Montanhas  – 4
Serra de São Bento  – 4
Vera Cruz  – 4
Jundiá  – 3
Passagem – 3
Serrinha  – 3
Brejinho  – 2
Lagoa de Pedras - 2
Senador Georgino Avelino  – 2
Lagoa d'Anta – 1
Vila Flor  – 1
Monte das Gameleiras - 0
Fonte: VNT Online

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todo o conteúdo postado em forma de comentário é de total responsabilidade do autor do mesmo!
Art. 5º Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade, nos termos seguintes:
...
IV - é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato;