terça-feira, 4 de outubro de 2011

NA QUEDA DE BRAÇO ENTRE ROBINSON E RICARDO MOTTA, ROSALBA TORCE PARA RICARDO MOTTA SAIR VITORIOSO

Foto extraída do site de Heitor Gregório
Está na coluna de Cesar Santos (Jornal Defato). O desentendimento do presidente da Assembléia Legislativa, Ricardo Mota, com o vice-governador Robinson Faria chegou a um ponto insustentável. O cerne da questão é que Faria não conseguiu desencarnar da presidência da Casa, acostumado com os oito anos de comando. Daí, a decisão de Mota de se afastar do vice-governador para imprimir a sua própria marca à frente do Poder Legislativo.
A lista de pré-filiados do PSD vai sofrer uma “lipoaspiração”, em conseqüência da crise entre Ricardo e Robinson. Dos seis deputados anunciados pelo vice-governador, apenas um era dado como certo ontem: José Dias (ex-PMDB). Os outros cinco tendem a permanecer nos seus partidos de origem, sob orientação do presidente da AL. Amanhã, Ricardo Mota se reunirá com a sua “bancada” para decidir o rumo. Não há como negar que o Governo torce por Ricardo Mota nessa queda de braço. Há um desconforto público com a interferência de Robinson Faria na Assembléia Legislativa, contra o pedido de empréstimo do Estado ao Banco Mundial. A “bancada” do vice-governador está trabalhando para “picotar” o projeto, contrariando os interesses do Governo.


Fonte: Blog do Carlos Silva

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todo o conteúdo postado em forma de comentário é de total responsabilidade do autor do mesmo!
Art. 5º Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade, nos termos seguintes:
...
IV - é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato;