sábado, 1 de outubro de 2011

Usuários reclamam da lentidão nas vinte e duas Centrais do Cidadão do RN


No interior, alguns serviços chegaram a ser suspensos por falta de acesso à internet, que gera o funcionamento da rede e dos programas, como na Central do Cidadão de Nova Cruz, responsável pelo atendimento aos municípios do Agreste Potiguar. O mesmo problema aconteceu nas centrais das cidades de Macaíba, Assu, Caicó e Currais Novos. Segudo o titular da coordenadoria das Centrais do Cidadão (CODACI), Nelson Santos, a Secretaria de Estado da Justiça e Cidadania está envidando esforços para resolver esses problemas, mas ainda não tem previsão de quando o sistema voltará à normalidade porque depende diretamente de providências dos órgãos envolvidos.Um déficit de pelo menos 200 servidores e problemas nos links e sistemas de acessos de alguns órgãos públicos estão contribuindo para a demora no atendimento nas 22 Centrais do Cidadão no Rio Grande do Norte, sendo 5 em Natal e 17 no interior. Em Natal, a Central do Cidadão da Zona Norte e do Via Direta são as que mais enfrentam dificuldades devido à grande demanda de pessoas que procuram o atendimento. Os mesmos problemas são verificados em Mossoró, Currais Novos e Caicó. A emissão de CPF pela Receita Federal, carteira de identidade pelo Itep, e seguro desemprego do Ministério do Trabalho, estão sendo prejudicados pela lentidão, aumentando a média de tempo de atendimento de cada serviço.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todo o conteúdo postado em forma de comentário é de total responsabilidade do autor do mesmo!
Art. 5º Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade, nos termos seguintes:
...
IV - é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato;