quarta-feira, 16 de novembro de 2011

Lula raspa cabelo e barba devido ao tratamento contra o câncer

Marisa Letícia raspou o cabelo e a barba do ex-presidente Lula. Foto: Ricardo Stuckert/Divulgação
Marisa Letícia raspou o cabelo e a barba do ex-presidente Lula
Foto: Ricardo Stuckert/Divulgação
Marisa Letícia raspa barba e cabelo do ex-presidente Lula
Marisa Letícia faz a barba do ex-presidente Lula, que se antecipou aos efeitos da quimioterapia
O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que realiza tratamento contra um câncer, raspou o cabelo e a barba, marca registrada do político. A decisão prevê antecipar a queda causada pela quimioterapia usada em seu tratamento. Dona Marisa Letícia cortou o cabelo e fez a barba do ex-presidente.
Ontem Lula recebeu a visita do governador do Rio Grande do Sul, Tarso Genro (PT). Faixas com mensagens de apoio foram fixadas em frente à sacada do apartamento do ex-presidente. "A gente sempre sai renovado, politicamente e afetivamente, de uma conversa com o Lula. É uma figura humana e política extraordinária", disse Tarso, que presenteou Lula com uma garrafa de vinho tinto produzido em uma vinícola gaúcha.
O câncer de Lula
Após queixa de dores de garganta, Lula realizou uma série de exames na noite de 28 de outubro. Na manhã do dia seguinte, foi divulgado boletim médico do Hospital Sírio-Libanês, de São Paulo, informando que foi diagnosticado um tumor maligno na laringe, que seria inicialmente tratado por quimioterapia.
O câncer na região da laringe é mais comum entre homens e o de maior incidência na região da cabeça e pescoço. Os principais fatores que potencializam a doença são o tabagismo e o consumo de álcool. Já os sintomas são: dor de garganta, rouquidão, dificuldade de engolir, sensação de "caroço" na garganta e falta de ar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todo o conteúdo postado em forma de comentário é de total responsabilidade do autor do mesmo!
Art. 5º Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade, nos termos seguintes:
...
IV - é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato;