quinta-feira, 1 de dezembro de 2011

Resultado preliminar da Eleição para SINTE/RN - Núcleo Canguaretama: VITÓRIA DA CHAPA 1

RESULTADO DAS ELEIÇÕES DO SINTE-RN
REGIONAL - NÚCLEO DE CANGUARETAMA 

CHAPA 1 - 295 VOTOS
CHAPA 2 - 218 VOTOS

 
77 VOTOS DE DIFERENÇA


A noite do dia 30/11/11 foi marcada com nervosismo e muita ansiedade por parte dos profissionais em educação da cidade de Canguaretama/RN.
Após um intenso dia de eleição para coordenação da regional SINTE/RN - Núcleo de Canguaretama e com abrangência em diversos municípios do agreste, a Escola Estadual Fabrício Maranhão (FAMA) se transformou em palco a mercê do espetáculo da democracia: A LIVRE LIBERDADE DE ESCOLHA.
Na FAMA, um grande número de professores canguaretamenses somavam-se à outros companheiros oriundos da CUT que heroicamente aguardavam o somatório final do resultado ao mesmo tempo em que já se apuravam a contagem dos votos na última urna eleitoral. 



Professores, parentes, simpatizantes às duas chapas e amigos: Neste clima o pátio da Escola FAMA foi paulatinamente sendo preenchido. Pouco a pouco, urna a urna, a companheira bradejava seus resultados, espalhando uma sensação de euforia que contagiava todos que se faziam presentes naquele espetáculo de democracia e liberdade de expressão.





77 votos! Esta foi a diferença que consagrou a vitória da CHAPA 1 frente aos companheiros da CHAPA 2.
Com 295 votos contra 218, a Regional do SINTE/RN - Núcleo Canguaretama, na manhã do dia 01 de Dezembro/11 pôde apresentar sua futura coordenação à todo o Agreste e à Estadual do RN.



Já vitoriosos, os integrantes da CHAPA 01 se confraternizavam, reafirmando que, após serem empossados, irão cumprir todas suas propostas apresentadas durante sua jornada eleitoral. Um a um, os companheiros da CHAPA 1 recebiam os parabéns por parte de colegas de trabalho e outros amigos. Em seguida, depois de uma queima de fogos de artifício, seguiu-se a comemoração com uma carreata pelas ruas de Canguaretama.


O Canguaretama em Chamas parabeniza todos os Profissionais em Educação da Região Agreste, em especial da cidade de Canguaretama, pelo comparecimento à votação para escolha da Regional. Deseja aos vencedores (CHAPA 1) boa sorte e discernimento na realização de seus futuros trabalhos, pondo como objetivo maior, a valorização da classe de professores em meio à lutas e conquistas para a categoria. E por último, abraça todos os companheiros participantes e simpatizantes da CHAPA 2 lembrando que não há divisão entre a categoria e que sim, todos juntos e lutando por ideais comuns às melhorias, tornam o SINDICATO mais forte. 




Canguaretama
A urna nº. 01 Chapa 1 - 28   votos, Chapa 2 -  22  votos e 01 voto nulo. 

A urna nº. 02 Chapa 1 - 10   votos, Chapa 2  - 09  votos.

A urna nº. 03 Chapa 1 - 06   votos, Chapa 2  - 08  votos e 01 voto nulo. 
A urna nº. 04 Chapa 1 - 13   votos, Chapa 2  - 07  votos.
A urna nº. 05 Chapa 1 - 09   votos, Chapa 2  - 05  votos e 01  voto nulo. 


Baía Formosa
A urna nº. 06 Chapa 1 - 74   votos, Chapa 2  - 14  votos e 01  voto branco.

A urna nº. 07 Chapa 1 - 09   votos, Chapa 2 - 0 votos e 0 votos nulos.

Pedro Velho
A urna nº. 08 Chapa 1 - 32   votos, Chapa 2  - 50  votos, 02 votos brancos e 02 nulos.

A urna nº. 09 Chapa 1 - 06   votos, Chapa 2  - 04 votos e 01 voto branco. 

A urna nº. 10 Chapa 1 - 06   votos, Chapa 2  - 02  votos.
Goianinha
A urna nº. 11 Chapa 1 - 26   votos, Chapa 2  - 17  votos, 02 votos brancos e 02 nulos. 

A urna nº. 12 Chapa 1 - 05   votos, Chapa 2  - 13  votos.

A urna nº. 13 Chapa 1 - 09   votos, Chapa 2  - 03  votos. 
Arês
A urna nº. 14 Chapa 1 - 15   votos, Chapa 2  - 33  votos.

A urna nº. 15 Quinze votos nulos. 

Tibau do Sul
A urna nº. 16 Chapa 1 - 20  votos, Chapa 2  -  31  votos e 01   voto nulo.

A urna nº. 17 Chapa 1 - 18  votos, Chapa 2 - 0 votos e 02  votos nulos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todo o conteúdo postado em forma de comentário é de total responsabilidade do autor do mesmo!
Art. 5º Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade, nos termos seguintes:
...
IV - é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato;