terça-feira, 13 de dezembro de 2011

Rosalba Ciarlini: Um ano de governo, muitas promessas e poucas realizações

Com o slogan de campanha “pra fazer o Rio Grande do Norte acontecer”, a governadora Rosalba Ciarlini (DEM) chegou ao governo embasada por grande apoio popular. As expectativas eram muitas. As promessas de campanha fizeram os potiguares acreditarem numa mudança positiva imediata. Passado um ano de governo, o sentimento popular é de frustração.

Herança maldita

Rosalba Ciarlini passou o primeiro semestre inteiro justificando a falta de ações com “erros” do governo anterior. Quando viu que o discurso estava vencido, passou a colocar a dificuldade financeira do estado como motivo para o não cumprimento das promessas. O problema é que, em vez de progredir, a gestora travou várias ações que tinham pleno funcionamento na administração passada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todo o conteúdo postado em forma de comentário é de total responsabilidade do autor do mesmo!
Art. 5º Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade, nos termos seguintes:
...
IV - é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato;