quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

Pacientes do Walfredo Gurgel são transferidos para outros hospitais, entre eles CANGUARETAMA

Pacientes foram transferidos para outros hospitais

A secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) transferiu 45 pacientes do Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel (HMWG) para outros hospitais da Região Metropolitana. A manobra, segundo o titular da Sesap, Domício Arruda, é uma tentativa de desafogar a maior unidade de atendimento de urgência e emergência do Rio Grande do Norte. Por causa da transferência, realizada hoje, algumas cirurgias foram remarcadas no Hospital Universitário Onofre Lopes (HUOL).
Segundo a assessoria do HUOL, noves pacientes foram transferidos para lá. "Recebemos a ligação do Walfredo e fizemos uma análise dos pacientes. Constatamos que nove deles poderiam esperar um pouco mais para realizar as cirurgias", disse a assessora de imprensa do Hospital. "As cirurgias não foram canceladas, houve apenas uma remarcação delas", concluiu. A assessoria não soube informar quais cirurgias foram remarcadas nem quanto tempo os pacientes do Walfredo vão ficar na unidade.

Domício Arruda informou que, além do HUOL, os hospitais das cidades de Canguaretama, São José do Mipibu e o Hospital Regional Deoclécio Marques, em Parnamirim, receberam pacientes.
Fonte: Tribuna do Norte

Um comentário:

  1. Estava pesquisando na internet sobre o IDSUS que é o índice de desempenho do SUS e como sempre Canguaretama ficou com nota abaixo do índice nacional com 5,21 enquanto que o nacional é de 5,47 e também como de praxe perdemos para nossos vizinhos Vila Flor (5,89), Baia Formosa (5,84) e como não podia deixar de ser Goianinha (5,30). Para uma cidade cujo prefeito quase perdeu a filha por motivo de saúde é vergonhoso a nota da cidade. Erivan faça uma reportagem da vergonhosa nota que sua cidade tirou agora que eu já lhe passei os dados acima, não tenha medo peguei estes dados no site do SUS.

    ResponderExcluir

Todo o conteúdo postado em forma de comentário é de total responsabilidade do autor do mesmo!
Art. 5º Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade, nos termos seguintes:
...
IV - é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato;