quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

Há relativamente três meses após sua inauguração, Centro de Comercialização de Frutas, Verduras e Pescados de Canguaretama/RN apresenta problemas estruturais em praticamente todos os seus boxes.

Imagem noturna do Centro de Comercialização de Frutas, Verduras e Pescados - Canguaretama/RN.

Há relativamente três meses após a inauguração e entrega por parte da administração pública do Centro de Comercialização de Frutas, Verduras e Pescados de Canguaretama/RN, o que pode ser visto a olho nu e com muita facilidade é o rápido esfacelamento que ocorre com praticamente todos os boxes entregues aos feirantes locais.


Segundo relatos, a situação é muito parecida em quase a totalidade dos boxes, onde pouco a pouco, pedaços do revestimento cerâmico vão se desprendendo, e em alguns casos as pedras se soltaram por inteiro. Já algumas das instalações nos boxes para uso de tomada elétrica também estão se quebrando bem antes do esperado pelos feirantes.


Comerciantes locais explicam que todos os feirantes tomam bastante cuidado e zelo com seus boxes, porém a sensação é de que o material que foi empregado no revestimento não possui a resistência ideal para as atividades diárias efetuadas no desempenho normal do trabalho realizado pelos feirantes.

Placa indicando o quanto foi investido pelo Governo Federal na construção do Centro de Comercialização de Frutas, Verduras e Pescados de Canguaretama.
                                     

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todo o conteúdo postado em forma de comentário é de total responsabilidade do autor do mesmo!
Art. 5º Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade, nos termos seguintes:
...
IV - é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato;