domingo, 25 de março de 2012

Alagoas: Canguaretamense ausente mais de 30 anos de sua terra natal reata "cordão umbilical" com seus conterrâneos através do blogue Canguaretama em Chamas

Antigo Coreto, hoje substituído pelo "monumento da fonte", localizado no centro da Praça Augusto Severo-Canguaretama/RN

O Blog Canguaretama em Chamas vem ampliando cada vez mais sua blogosfera de leitores, e partindo deste princípio, tivemos o privilégio de sermos localizados por um ilustre conterrâneo, que já há mais de 30 anos reside no estado de Alagoas, mas que possui raízes fortes no município canguaretamense.
Estamos nos referindo ao Sr. Eduardo de Matos Gomes, filho do Sr. Onildo Gomes, neto do Sr. Humberto Gomes e bisneto do histórico Major Lula.
Em Canguaretama, Sr. Eduardo possui parentesco direto com a queridíssima Sr.ª Iara Gomes, pertencente a uma das famílias mais tradicionais da cidade.
Atualmente, Eduardo trabalha na empresa "Estrela", uma das mais importantes empresas do ramo de transportes do estado alagoano, onde juntamente com sua família, construiu seu patrimônio naquela terra, porém nunca esqueceu suas origens, e através do blog Canguaretama em Chamas, vem a cada dia atualizando-se sobre tudo o que acontece na Terra dos Martíres. Através dos telefones (82)9333-8292/(82)3311-5564 (trabalho), seus parentes e amigos poderão conversar com nosso conterrâneo na capital alagoana.

Sobre o Major Lula, bisavô do Sr. Eduardo, o livro “Povo dessa Terra”, de autoria do historiador e Prof. Francisco Alves, relata:

"Luís José Gomes nasceu em Canguaretama, em 8 de julho de 1891, filho de Manoel Luiz Gomes e Serafina Pereira Gomes. A alcunha de Major não era oficial, foi ganha popularmente. Proprietário rural, comerciante, dono de salina, era um dos homens mais ricos da cidade, na primeira metade do século XX. Casou-se com Guilhermina Pereira de Araújo, em 1914, com quem teve sete filhos. Foi intendente municipal entre os anos de 1924 e 1930, quando seu mandato foi interrompido pelo golpe que colocou Getúlio Vargas na presidência. Era o amigo de Aluízio Alves em Canguaretama. Faleceu em 2 de fevereiro de 1962".

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todo o conteúdo postado em forma de comentário é de total responsabilidade do autor do mesmo!
Art. 5º Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade, nos termos seguintes:
...
IV - é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato;