terça-feira, 6 de março de 2012

Mensalão da Vila: PM que denunciou corrupção é alvo de disparos de arma de fogo

O policial militar aposentado João Maria Marques da Silva foi baleado durante a noite desta segunda-feira (5), no município de Goianinha - a cerca de 60 quilômetros de Natal. O PM foi peça-chave da operação Mensalão da Vila, deflagrada pelo Ministério Público Estadual na cidade de Vila Flor. Os promotores denunciaram o prefeito e vereadores da cidade por um suposto esquema de corrupção que envolvia o Executivo e parte do Legislativo municipal. João Maria foi conduzido em estado grave para o Hospital Walfredo Gurgel, na capital.
O PM teria auxiliado na colheita das provas de corrupção e é testemunha de casos de recebimento de propina por parte dos agentes públicos. João Maria foi surpreendido em Goianinha por quatro homens encapuzados durante a noite de ontem. Ele foi atingido por disparos de arma de fogo no peito e na cabeça. As informações foram repassadas pelo vereador de Vila Flor, Floriano Felinto. Felinto é o principal nome responsável pela denúncias de corrupção, inclusive tendo gravado vídeos que mostravam o suposto envolvimento do prefeito e vereadores no caso.

"João Maria é um dos denunciantes. Sempre colaborou e  chegou a estar presente em alguns dos casos de corrupção", informou Floriano. Felinto conversou com a equipe de reportagem da TRIBUNA DO NORTE durante a manhã desta terça-feira (6). Segundo ele, a maior hipótese é de que o crime tenha envolvimento com as denúncias realizadas. "Ele foi morar em Goianinha e se tornou alvo fácil. Foi atingido com dois tiros no peito e um na boca", disse.

Floriano Felinto relatou à equipe de reportagem que vem sofrendo ameaças e desconfia de atitudes suspeitas na cidade. Sem contar com serviço de escolta por parte da Polícia Militar ou do Ministério Público, o vereador teme ser o próximo alvo. "Tenho reclamado da falta de segurança. Por certo, estão esperando que o pior aconteça comigo para tomar alguma atitude", desabafou.
Fonte: Tribuna do Norte

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todo o conteúdo postado em forma de comentário é de total responsabilidade do autor do mesmo!
Art. 5º Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade, nos termos seguintes:
...
IV - é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato;