terça-feira, 27 de março de 2012

Programa do Leite: Prefeituras potiguares passarão a controlar a distribuição do leite


A municipalização do Programa do Leite mudará apenas a parte social. Foi o que garantiu o diretor do Instituto de Assistência Técnica e Extensão Rural (EMATER), Ronaldo Cruz. De acordo com ele, o pagamento continua sendo feito pela Secretaria Estadual de Agricultura, através da Emater. "O que muda é a parte social: a distribuição passa a ser feita pelas prefeituras", contou Ronaldo.
Para o presidente da Federação da Agricultura e Pecuária do Rio Grande do Norte (FAERN), José Álvares, a mudança na distribuição não afeta os produtores porque, para eles, interessa saber quem vai pagar a conta. "Acho que a decisão será boa porque os municípios terão mais autonomia na hora da escolha dos beneficiários. A preocupação é que não haja barganha política", comenta.
Outra preocupação de Álvares é se os municípios estão preparados para montar uma estrutura de distribuição e acompanhamento do programa.
Ronaldo Cruz explica que a mudança de comando no Programa do Leite, que agora será chamado de "Programa Potiguar", vem acontecendo em todos os Estados onde existe o Programa de Aquisição de Alimento na modalidade Leite. "O programa é uma parceria entre os Governos Estadual e Federal com os municípios que ficam com o controle da prestação dos serviços, já que o gestor municipal é quem conhece a realidade local", adiantou.
Os encontros para discutir a mudança no programa foram feitos em duas etapas: em 2011, o Governo convocou 50 municípios, conseguindo atrair 40% deles. Neste ano, outros 50 foram convidados, sendo que 30% já deram retorno.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todo o conteúdo postado em forma de comentário é de total responsabilidade do autor do mesmo!
Art. 5º Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade, nos termos seguintes:
...
IV - é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato;