domingo, 22 de abril de 2012

Morre ator que sofreu enforcamento acidental na Semana Santa



G1 – Morreu na tarde deste domingo (22) o ator Tiago Klimeck, de 27 anos, que sofreu enforcamento acidental há duas semanas. A informação foi confirmada pela Santa Casa de Itapeva (SP), onde ele estava internado em coma profundo.
O acidente ocorreu na Sexta-Feira Santa, no dia 6 de abril, em Itararé (SP), durante a encenação da Paixão de Cristo. Tiago representava o papel de Judas Iscariotes. Durante a peça, o ator devia subir em uma pedra do cenário com uma corda colocada em volta do pescoço para, em seguida, simular o enforcamento do personagem, conforme relata a história bíblica. Nesta cena, Tiago sofreu o sufocamento. O jovem ficou aproximadamente quatro minutos desacordado até que alguém percebeu que ele estava realmente enforcado.

Fonte: Blog do Davi Neto

Um comentário:

  1. Cidadão Canguaretamense22 de abril de 2012 23:37

    Alguém pode até dizer, porque se falar tanto em renovação, mudança, democracia, transparência, ética... Essas coisas. Mas se nós não lutarmos por isso, como poderemos ter um país melhor, uma cidade melhor??? Todo jovem precisa aprender desde cedo a participar mais das escolhas do nosso país, pois é deles a grande força que emana do povo, são milhares de jovens que vão as urnas, são milhares de jovens que ingressam na Universidade, são milhares de jovens que buscam seu primeiro emprego. Por isso todos devem ter consciência sobre quem eleger para ser seu representante na luta por seus direitos. Uma escolha equivocada pode trazer anos de prejuízo, nunca se deve escolher seu representante através de festas! Todo representante deve ser avaliado por sua competência pública para administrar vidas! Uma festa dura apenas um instante, uma má administração dura por 4 anos, e uma péssima escolha pode estragar o futuro de uma vida inteira! Por isso amigos, vamos escolher para este ano de 2012 #POLITICOSMELHORES

    ResponderExcluir

Todo o conteúdo postado em forma de comentário é de total responsabilidade do autor do mesmo!
Art. 5º Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade, nos termos seguintes:
...
IV - é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato;