domingo, 22 de abril de 2012

Municípios do Agreste recebem parcela de apoio ao Transporte Escolar


Imagem  parcial de um ônibus Caminho da Escola da cidade de Canguaretama/RN

Foi liberada para os municípios no dia 3 de abril pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) a primeira parcela do recurso do Programa Nacional de Apoio ao Transporte Escolar (Pnate). O repasse deve ser feito em nove parcelas, entre março e novembro.
O valor anual do Fundo referente ao ano de 2012 é de R$ 644 milhões, estima-se  que a União participará do financiamento do transporte escolar com um percentual que varia entre 12% a 17% do valor gasto pelos Municípios com a atividade.
A verba pode ser aplicada no custeio de despesas como: reformas, seguros, licenciamento, impostos e taxas, pneus, serviços de mecânica, elétrica e funilaria, recuperação de assentos, combustível e lubrificante dos veículos ou das embarcações utilizadas para o transporte. Também pode ser utilizada no pagamento de serviços contratados junto a terceiros para o transporte escolar.

Veja a previsão de repasse do PNATE 2012  para alguns Municípios do Agreste Potiguar: (informações da CNM)

Várzea - R$ 13.141,47
Santo Antônio - R$ 109.038,85
Espírito Santo - R$ 6.211,91
Passagem - R$ 46.315,00
Nova Cruz - R$ 71.635,22
Passa e Fica - R$ 20.465,52
Jundiá - R$ 30.564,17
Canguaretama - R$ 201.953,17
Goianinha - R$ 127.856,52
Brejinho - R$ 42.231,31
Monte Alegre - R$ 70.710,04
Serrinha - R$ 131.142,15
Campestre - R$ 42.954,70
Lagoa D'Anta - R$ 42.482,64
Lagoa de Pedras - R$ 69.124,03
Tibau do Sul - R$ 77.582,80
Serra de São Bento - R$ 15.203,70
Pedro Velho - R$ 77.450,63
Montanhas - R$ 11.062,25

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todo o conteúdo postado em forma de comentário é de total responsabilidade do autor do mesmo!
Art. 5º Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade, nos termos seguintes:
...
IV - é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato;