segunda-feira, 2 de abril de 2012

Professores de Canguaretama se unem para reivindicar que a Prefeitura Municipal cumpra o Piso Nacional de 22,22% ao invés da média dos apenas 11% pagos até agora!!!


SINTE Regional Canguaretama - Imagem Blog S.O.S. Canguaretama
O não cumprimento do reajuste de 22,22% conforme determinado pelo MEC, por parte da administração pública de Canguaretama deixa sérias dúvidas sobre qual é o compromisso do executivo municipal com os profissionais em educação da cidade. Até o momento, a prefeitura só repassou em média 11% sobre os salários. Esse foi o motivo que levou a Regional do SINTE Canguaretama, a convocar uma assembleia com os professores, no último dia 02/04 na Câmara Municipal de Canguaretama.
Além da adesão dos professores de Canguaretama, participaram professores dos municípios de Pedro Velho, Vila Flor, Baía Formosa e Goianinha. 
A reunião iniciou com um pouco de atraso, pois os representantes decidiram por esperar os professores que se programaram para dar as aulas até a hora do intervalo, porém, de acordo com informações, algumas escolas não autorizaram a liberação dos alunos para que os educadores comparecessem à assembleia. Esta postura inibitiva, abre interrogações a respeito de uma possível  pressão sobre a categoria em nosso município.
Ficou decidido para o dia 03/04/12 (terça feira), que haverá outra reunião na Câmara Municipal, com a presença dos professores. Esperam-se que os vereadores participem em sua totalidade para que seja votada a aplicação do Piso Nacional de 22,22%. A categoria aguarda que o Legislativo Municipal compareça no intuito de definir esta situação tão importante e esperada pela classe de professores, onde a reunião terá como uma das pautas o PISO NACIONAL DOS PROFESSORES.
Segundo o Blog Sinte/RN, "os professores da Educação Infantil em Canguaretama reclamam que não têm direito ao intervalo e ainda estão obrigados a cumprir mais 20 minutos depois do expediente com uma carga horária extra de trabalho e extra classe que poderia ser executado em um dia próprio para isso e com mais liberdade para o professor".
Alguns professores temem que a aprovação do reajuste saia após a data limite para aumentos salariais ao funcionalismo público, 06 de abril, pois dessa forma, se tornaria praticamente inviável e a categoria poderá ficar sem o reajuste garantido pelo MEC.

Assembléia dos Professores em Canguaretama 
Fonte: Blog S.O.S. Canguaretama (adaptado)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todo o conteúdo postado em forma de comentário é de total responsabilidade do autor do mesmo!
Art. 5º Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade, nos termos seguintes:
...
IV - é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato;