segunda-feira, 7 de maio de 2012

Canguaretama perde o Sr. Genival Bernardo...


Faleceu na tarde do dia 06/05/12 na cidade de Natal/RN, o Sr. Genival Bernardo.
"Seu Genival" era conhecido e muito respeitado por todos os canguaretamenses. Grande líder politico, fazendeiro, inovador, mecânico, ex-funcionário público são algumas das denominações atribuídas a este grande homem.
Sr. Genival atualmente residia na Rua São José, centro de Canguaretama, onde desde o início da noite já era percebível uma grande movimentação nas proximidades de sua moradia. 
De acordo com informações ainda não confirmadas pelos parentes, o velório poderá ocorrer no Clube Municipal de Canguaretama.
O livro POVO DESSA TERRA, do Professor e Historiador Francisco Alves, apresenta um breve resumo sobre a vida do Sr. Genival Bernardo: 
Gernival Bernardo da Silva é paraibano da cidade de Sapé. Filho de João Bernardo da Silva e Amélia Rosendo da Silva, nasceu em 2 de fevereiro de 1934. Entre 1953 e 1958 foi funcionário do Ministério da Agricultura. Veio trabalhar, em 1959, na usina Estivas e conheceu Canguaretama. Em 1964 comprou uma propriedade e passou a morar no município. Entre 1964 e 1967 foi requisitado pelo Ministério da Guerra para auxiliar nos trabalhos da construção da BR 101. Com a volta do pluripartidarismo, Aluízio Alves o designou para estruturar o PMDB em Canguaretama, o que o levou a ser candidato a prefeito em 1986.

Um comentário:

  1. Obrigada à todos os Canguaretamenses por todas as homenagens prestadas ontem ao meu Avô em sua despedida. Esta cidade o acolheu por todos esses anos e que ele amou como se fosse sua terra natal.
    Muito Obrigada a todos que compareceram a sua despedida, toda demostração de carinho externada por todos que ali estiveram nos confortou.

    Muito Obrigada também ao Canguaretama em Chamas pela homenagem.

    Hérica Bernardo

    ResponderExcluir

Todo o conteúdo postado em forma de comentário é de total responsabilidade do autor do mesmo!
Art. 5º Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade, nos termos seguintes:
...
IV - é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato;