domingo, 27 de maio de 2012

Confira algumas datas do Calendário Eleitoral 2012


Em ano em que os brasileiros irão às urnas o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) estipula um calendário mais rígido para eleitores e partidos. Os pré-candidatos já surgem com suas mensagens de melhores governos para 2013, mas é somente em 30 de junho que suas candidaturas serão concretizadas. Pode até não parecer, mas a Justiça Eleitoral já está trabalhando para que em outubro deste ano o pleito aconteça de maneira democrática e segura. No início de abril, os programas de computador desenvolvidos para as urnas eletrônicas e para os computadores foram acompanhados por técnicos indicados pelos partidos e pela Ordem dos Advogados do Brasil.

Fique de olho nas principais datas: 

•  10 de junho – começo convenções destinadas a deliberar sobre coligações e escolher candidatos. Data a fixação, por lei, dos limites que serão gastos nas campanhas para os cargos em disputa.
•  30  de junho – final das convenções para as escolhas dos candidatos.
•  5 de julho – até as 19h para cada partido registrar no Cartório Eleitoral de seus candidatos.
•  6 de julho – iniciam as propagandas eleitorais, em comício e internet.
•  8 de julho – A Justiça Eleitoral estipula o tempo de cada partido ou coligação na Televisão.
• 10 de julho – quem não teve apoio de seus partidos ou coligações podem registrar suas candidaturas individuais.
•   21 de agosto – começam as propagandas eleitorais gratuitas em rádio e televisão.
•   Setembro – começa a preparação das urnas eletrônicas, com os lacres, com nomes e fotos dos candidatos.
•   4 de outubro – fica proibido qualquer tipo de propaganda eleitoral, como ainda debate entre os candidatos ou membros de coligações partidárias.
• 7 de outubro – iniciando às 8h, a votação das eleições municipais para o governo de 2013 a 2016. O encerramento da votação é às 17h. Para as cidades com mais de 200 mil eleitores, caso não seja escolhido o prefeito em primeiro turno, é feito o segundo turno, que está marcado para o dia 28 do mesmo mês.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todo o conteúdo postado em forma de comentário é de total responsabilidade do autor do mesmo!
Art. 5º Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade, nos termos seguintes:
...
IV - é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato;