terça-feira, 8 de maio de 2012

Macaíba/RN: PF autua quatro pessoas por fraude eleitoral



A Polícia Federal autuou em flagrante quatro pessoas acusadas de tentativa de fraude junto ao cartório da 5ª Zona Eleitoral de Macaíba, região metropolitana de Natal. Na primeira ocorrência, registrada no início da tarde, um pedreiro, de 26 anos, e uma feirante, de 31 anos, foram presos quando procuraram aquela Zona Eleitoral para fazer o recadastramento e, no momento em que preenchiam o Requerimento de Alistamento Eleitoral – RAE, informaram e apresentaram comprovantes de residência falsos.
Pelo mesmo motivo, por volta das 21h, uma professora municipal, 44 anos e seu filho, um estudante, 18 anos, foram igualmente detidos. Neste segundo caso, um outro filho da acusada, também estudante, menor de idade, foi conduzido até a Sede da PF e depois entregue aos cuidados do padrasto, devendo ser apresentado ao Promotor de Justiça daquela cidade, para prestar os devidos esclarecimentos, tão logo seja convocado.
Em ambos os casos, os funcionários do cartório desconfiaram da documentação apresentada pelos requerentes e acionaram, de imediato, uma viatura da PM, que conduziu os suspeitos para a Superintendência da Polícia Federal onde, durante o depoimento, confessaram a fraude.
Todos os envolvidos presos em flagrante foram enquadrados nos artigos da Lei 4.737/65 (Código Eleitoral) e encaminhadas ao Centro de Detenção Provisório de Pirangi e Parnamirim, onde deverão permanecer custodiados aguardando o pronunciamento da justiça.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todo o conteúdo postado em forma de comentário é de total responsabilidade do autor do mesmo!
Art. 5º Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade, nos termos seguintes:
...
IV - é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato;