segunda-feira, 14 de janeiro de 2013

Canguaretama/RN: NORE intensifica fiscalização na Rodovia Dr. Sávio Vieira - Canguaretama/Barra do Cunhaú!!!


Após um período de aproximadamente 30(trinta) dias sem viatura, o Núcleo de Operações Rodoviárias Estadual (NORE), sediado na cidade de Canguaretama, fazendo uso da chegada de um outro veículo, intensifica a fiscalização. Durante todo o final de semana foram realizadas diversas blitzes na RN 269 (no acesso à Barra do Cunhaú através de Canguaretama) com o intuito principal de fiscalizar os condutores no que se refere ao cumprimento das regras básicas de trânsito.
Durante as barreiras que estão sendo montadas no percurso da Rodovia Dr. Sávio Vieira - RN 269, local que tem o maior registro de acidentes em anos anteriores, foram feitas dezenas de notificações, principalmente por cinto de segurança e ausência de carteira nacional de habilitação (CNH), como também a fiscalização através do bafômetro. Desde o início da operação verão, não se tem nenhum registro de acidentes envolvendo vítimas em Barra do Cunhaú e Canguaretama.

Fonte: NORE

2 comentários:

  1. sinto inveja desta cidade pois tem um otimo cmte.madsom assu,volta cmte,

    ResponderExcluir
  2. O abuso do alcol não se combate com o bafometro que castiga do mesmo jeito aquele que tomou uma cerveja almoçando e o cachaçeiro abitual.
    Precisa aumentar o preço das bebidas alcolicas. Com so 4 R$ você pode comprar um litro de cachaça e se embriagar a vontade. Botamos o preço a 40 R$ e vamos ver quantos vão tomar alcol como se fosse agua.
    Tambem o nivel da multa agora é um absurdo e a aplicação depende do poliçião (que, não tenho certeza, mas se fala que receberia uma percentagem do valor).

    ResponderExcluir

Todo o conteúdo postado em forma de comentário é de total responsabilidade do autor do mesmo!
Art. 5º Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade, nos termos seguintes:
...
IV - é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato;