quinta-feira, 21 de fevereiro de 2013

Canguaretama/RN: Operação em conjunto do NORE e G.T.O. culminaram com o fechamento de mais um ponto de venda de drogas na cidade!!!


Na tarde de ontem (21/02), por volta das 13h00min, uma operação em conjunto de policiais do Núcleo de Operações Rodoviárias Estadual (NORE) e Grupo Tático Operacional (GTO) culminaram com o fechamento de mais um ponto de venda de drogas na cidade de Canguaretama.
Na oportunidade foi preso em flagrante a pessoa de Elizeu Nascimento Bastos, 18 anos. Em sua residência, situada no Jiqui, próximo a escola municipal Manoel Rodrigues. Zeu, como é conhecido, vinha sendo monitorado há algumas semanas pela Polícia Militar, admitiu ser viciado em crack, maconha e assumiu a propriedade do entorpecente. Ele ainda afirmou que fazia o comércio da droga como forma de obter recursos para sustentar seus irmãos menores, inclusive um de apenas 10 anos que fazia parte do comércio, chegando inclusive a despachar o crack para os usuários. Sua esposa foi ouvida na delegacia e liberada, uma vez que afirmou que a droga encontrada pertencia toda a Zeu.
Na ação a polícia aprendeu cerca de 39 pedras de crack, aparelhos celulares, uma espingarda de "soca" e vários eletroeletrônicos sem comprovação fiscal que, podem ser moedas usadas na comercialização do entorpecente.  "Zeu" foi apresentado na Delegacia de Polícia Civil de Canguaretama, onde foi autuado em flagrante de delito e será investigado como suspeito de prática de outros delitos.
Para ver a imagem do suspeito, clique AQUI!!!

Fonte: NORE (adaptado)

2 comentários:

  1. Até que fim! Caguaretama, que até então parecia esquecida, está deixando de ser uma "terra sem leis". Parabéns Polícia Militar! Continue assim, a população agradece.

    ResponderExcluir
  2. parabéns!! moro perto de uma boca de fumo e próxima semana estarei procurando a PM. E esse cézar do NORE é o cara!! o bixo faz tudo

    ResponderExcluir

Todo o conteúdo postado em forma de comentário é de total responsabilidade do autor do mesmo!
Art. 5º Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade, nos termos seguintes:
...
IV - é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato;