terça-feira, 5 de fevereiro de 2013

Política: Dois potiguares foram eleitos para a Mesa Diretora da Câmara Federal nesta segunda-feira (4)


Henrique Eduardo Alves (PMDB) é o novo presidente e Fábio Faria, do PSD, assume a 2ª. Vice-Presidência da Casa

Dois potiguares eleitos para a Mesa Diretora da Câmara Federal nesta segunda-feira (4). O deputado Henrique Eduardo Alves (PMDB) é o novo presidente e Fábio Faria, do PSD, assume a 2ª. Vice-Presidência da Casa. A votação eletrônica teve a presença de 497 parlamentares. O resultado foi em primeiro turno e Fábio Faria recebeu 251 votos.
“Recebo com muita responsabilidade essa nova missão, reafirmo o compromisso de defender o fortalecimento da instituição e agradeço a cada um dos deputados que me confiou a segunda vice-presidência, especialmente ao nosso partido, PSD que represento com muito orgulho na Mesa Diretora”,  disse Fábio Faria.
Fábio está no segundo mandato e, aos 35 anos, é atualmente o mais jovem integrante da Mesa Diretora. Tem destacada atuação na Comissão de Turismo e Esportes e é presidente da Frente Parlamentar de Combate ao Crack. O deputado já liderou o PMN, partido ao qual pertencia anteriormente, é estava primeiro vice-líder do PSD até este mês.
Esta é a primeira vez que o PSD tem espaço na Mesa Diretora da Câmara dos Deputados, sendo uma das mais novas legendas com representatividade no Congresso Nacional. “A candidatura de Fábio Faria foi definida democraticamente dentro da nossa bancada e nos envolvemos objetivamente na eleição do deputado, que representará muito bem o nosso partido”, disse o líder Eduardo Sciarra, deputado do Paraná.
Após ser eleito em primeiro turno presidente da Câmara, o deputado Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN) assumiu o comando da Mesa Diretora e procedeu à apuração dos votos para os demais cargos.

Fonte: Daltro Emerenciano

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todo o conteúdo postado em forma de comentário é de total responsabilidade do autor do mesmo!
Art. 5º Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade, nos termos seguintes:
...
IV - é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato;