segunda-feira, 11 de março de 2013

Arcebispo de São Paulo, dom Odilo Scherer poderá ser o novo Papa, aponta os principais jornais italianos!!!


Nesta segunda-feira foram colocadas as cortinas no balcão central da Basília de São Pedro para o anúncio do novo Papa, sua primeira aparição e Urbi et Orbi.
Amanhã, terça feira, a partir das as 6:00h da manha terá inicio a missa de abertura do conclave e ao meio dia haverá a tradicional procissão do conclave. Às 15h o mundo inteiro estará de olhos voltados para o Vaticano onde irá sair a primeira fumaça. Ao todo votarão 115 Cardeais, todos com idade inferior aos 80 anos. Se sair a fumaça preta, significa que não houve consenso e o novo Papa ainda não foi escolhido. Se aparecer a fumaça branca, então o mundo já terá seu novo Pontífice.

Os principais veículos da imprensa italiana, como os jornais Corriere Della Sera e o La Republica, apostam em três candidatos como os mais prováveis entre os 115 cardeais a suceder o papa emérito Bento XVI.  Na relação estão o arcebispo de São Paulo, dom Odilo Scherer, de 63 anos; o cardeal canadense Marc Oullet, de 68 anos, e o italiano Angelo Scola, de 69 anos. Mas também são apresentados nomes alternativos.
O brasileiro dom Odilo é definido como o candidato que conta com o apoio de um elevado número de cardeais, principalmente da América do Sul. 

Para saber passo a passo como ocorre o Conclave para a escolha do novo papa clique AQUI!!!

Um comentário:

  1. Deus haverá de inspirar o Conclave a fazer a escolha certa.
    Um Papa carismático, relativamente jovem, forte, com capacidade para encarar a Cúria Romana e os escândalos da Igreja, e aberto as mudanças, para aproximar os fieis da Religião e a Igreja voltar a essência do Critianismo original!

    Que o Espirito Santo ilumine os Cardeais do Conclave!

    ResponderExcluir

Todo o conteúdo postado em forma de comentário é de total responsabilidade do autor do mesmo!
Art. 5º Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade, nos termos seguintes:
...
IV - é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato;