domingo, 3 de março de 2013

Espírito Santo/RN: filhos de vereador e de subtenente da PM são executados

José Costa de Lima Júnior
(Foto: Reprodução/Matheus Magalhães/G1)
Manoel Gomes Teixeira Neto
(Foto: Reprodução/Matheus Magalhães/G1)


Dois jovens universitários foram executados a tiros na madrugada deste domingo (3) na beira de uma estrada entre os municípios de Espírito Santo e Goianinha, a pouco mais de 50 quilômetros de Natal. Uma das vítimas, Manoel Gomes Teixeira Neto, de 20 anos, segundo a Polícia Militar, é filho do vereador Wober de Souza Teixeira (DEM), eleito em Espírito Santo. O outro rapaz assassinado chama-se José Costa de Lima Júnior, de 21 anos, filho de um subtenente aposentado da PM, cujo nome não foi divulgado.
“Os corpos foram encontrados na beira da estrada. Cada um levou um tiro na cabeça”, afirmou o capitão Fábio Sandrine, comandante do policiamento ostensivo de Goianinha. Ainda de acordo com o oficial, informações preliminares dão conta de que os dois rapazes saíram de Espírito Santo em um Fiat Uno. O carro não foi encontrado.
“Se foi latrocínio ainda não sabemos. Só posso afirmar que eles foram executados. Tiros na cabeça são características claras de execução”, disse Sandrine. “A polícia foi chamada ao local por moradores da região, que encontraram os corpos estirados na beira da pista. Mas ninguém tem informações sobre os assassinos”, acrescentou.
A PM também suspeita de emboscada. Ainda segundo o capitão, existe a possibilidade de os criminosos terem chamado os rapazes até o local do crime, por razões ainda desconhecidas, e lá terem assassinado os dois.
Os corpos de Manoel e José Costa foram levados ao Instituto Técnico-Científico de Polícia (Itep) em Natal. Familiares se encontram na sede do órgão, onde providenciam a liberação para velório e sepultamento.
Familiares de Manoel confirmaram que ele estudava Matemática na Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). “Na próxima semana ele iria ingressar na Marinha”, disse Marilene Carvalho Teixeira, mãe do rapaz. Já José Costa, estudava Fisioterapia, afirmou um tio que preferiu não se identificar.


Fonte: VNT Online

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todo o conteúdo postado em forma de comentário é de total responsabilidade do autor do mesmo!
Art. 5º Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade, nos termos seguintes:
...
IV - é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato;