quarta-feira, 15 de maio de 2013

Goianinha/RN: Potiguar suspeito de chantagear paulista com vídeo de sexo é solto


Já está em liberdade o potiguar Francisco Wenderson dos Santos, de 28 anos, preso na última sexta-feira (10) suspeito de extorquir dinheiro de uma empresária paulista. De acordo com o delegado Wellington Guedes, o mandado expedido pela Justiça foi de cinco dias. O suspeito deixou a delegacia, em Goianinha, a 58 quilômetros de Natal, no início da noite da última terça-feira (14). “Nós usamos esse período para ouvir todos os envolvidos sem a intervenção dele”, disse o delegado.
As investigações também revelam que Francisco ameaçou, via mensagens registradas no Skype, divulgar vídeos íntimos da vítima à família dela e publicá-los no Facebook. Com medo, a mulher depositou R$ 15 mil numa conta bancária da mãe do suspeito.
Francisco Wenderson nega o crime. Em depoimento, ele confirmou ter recebido os valores repassados pela empresária, mas diz que a empresária depositou o dinheiro voluntariamente, sem sofrer qualquer ameaça. Ao G1, Francisco confirmou que manteve um relacionamento virtual com a empresária, mas negou ter extorquido dinheiro dela. "Ela era casada, ia se separar para vir morar comigo", disse.
Segundo Wellington Guedes, o computador apreendido na casa do suspeito ainda vai passar por uma perícia técnica. Uma carta precatória será enviada para São Paulo, para que a empresária seja ouvida pela polícia da cidade de Pirangi, onde a vítima mora. “Nós já ouvimos os pais dele e agora vamos esperar o depoimento da vítima, que será feito em São Paulo”, afirmou o delegado.
O suspeito assinou um termo de compromisso na delegacia. Ele está impedido de sair de Goianinha sem a autorização das autoridades. “Caso ele mude de endereço, também deve nos comunicar”, acrescentou o delegado.

Fonte: G1 RN

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todo o conteúdo postado em forma de comentário é de total responsabilidade do autor do mesmo!
Art. 5º Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade, nos termos seguintes:
...
IV - é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato;