sábado, 15 de abril de 2017

PRESIDENTE TEMER MANTERÁ NOS SEUS RESPECTIVOS CARGOS OS OITO MINISTROS DENUNCIADOS POR CORRUPÇÃO


Segundo publicado no blog Gerson Camarotti, comentarista político da GloboNews, o presidente Michel Temer contrariando o que afirmou há cerca de um mês,  que ministros do seu governo  deixariam o cargo se fossem denunciados pelos Ministério Público, se tornando réus na Operação Lava Jato, não irá demitir nenhum dos oito ministros indiciados por terem sido citados na delação feita por dirigentes da empreiteira Odebrecht.
Camarotti cita a frase de um interlocutor do presidente: "Temer decidiu que não vai demitir ninguém".
Na visão  do palácio do Planalto uma saída em massa prejudicaria ainda mais o já enfraquecido governo, num momento crucial em que a ordem é tentar aprovar a agenda de reformas no Congresso.
Os ministros incluídos na chama 'Lista Negra de Edson Fachin' - que negam envolvimento nas denúncias de corrupção - são os seguintes:

Aloysio Nunes (PSDB - Relações Exteriores); Blairo Maggi (PP - Agricultura); Bruno de Araújo (PSDB - Cidades); Eliseu Padilha (PMDB - Casa Civil); Gilberto Kassab (PSD - Ciência, Tecnologia e Comunicações); Helder Barbalho (PMDB - Integração); Marcos Pereira (PRB - Indústria e Comércio Exterior) e Moreira Franco (PMDB - Secretaria -Geral).

Fonte: Bira Viegas

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todo o conteúdo postado em forma de comentário é de total responsabilidade do autor do mesmo!
Art. 5º Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade, nos termos seguintes:
...
IV - é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato;